[Empatia]

É complicado saber muito sobre os outros. Principalmente, saber sobre coisas que eles não te contam.

Ao menos não com o verbo.

Um olhar, um gesto, uma atitude. Dizem muito, se você souber interpretar.

No fundo, todas as pessoas possuem mecanismos parecidos. Não iguais, mas quase.

Mecanismos que às delatam a todo momento.

E quanto mais nos conhecemos, maior a confiança no sinal.

Nada mal se você for um cretino. Você terá um punhado de intuições, palpites, que provavelmente estão certos, sobre todos ao seu redor.

Pode desmascarar mentiras facilmente, perceber padrões, prever decisões. Pode usar isso ao seu favor.

Mas quando você não é um cretino, as coisas mudam de figura.

Porque nenhum palpite, nenhuma intuição é correta, até que aconteça. E nem todos eles acontecem.

E aí, sobram dois caminhos. O da culpa e o da angústia.

O da culpa, quando você acredita na sua intuição, sem dar chance de defesa para a pessoa.

O da angústia, quando você sabe estar certo, mas prefere acreditar no que o verbo, não o corpo, diz.

Nenhum dos dois caminhos são bons, e este tipo de “dom” não te ajuda em nada. Talvez, um pouco aqui, um pouco ali.

 

Mas não vale o sofrimento que vem no pacote.

Anúncios

~ por Dunncan em 17 de outubro de 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: